4.9.14

Como se feliz (parte 2)


... continuação

no post do dia 30/08/2014 tem a parte 1... (de todas as 700 e poucas postagens que tem nesse blog a parte 1 dessa matéria foi recorde de visualizações "diaria" ♡ )



1. ENCONTRE CONTENTAMENTO

Um sábio estudioso da natureza humana comentou: “O dinheiro é para proteção.” Mas ele também disse: “O mero amante da prata não se fartará de prata, nem o amante da opulência [ou riqueza], da renda. Também isto é vaidade.” (Eclesiastes 5:10; 7:12) O que ele quis dizer? Embora o dinheiro seja necessário para a sobrevivência, é preciso evitar a ganância, que é insaciável! Esse escritor, o Rei Salomão do antigo Israel, quis descobrir se uma vida de luxo e riquezas traria verdadeira felicidade. Ele fez tudo que tinha vontade e chegou a escrever: “Não neguei ao meu coração nenhuma espécie de alegria.” — Eclesiastes 1:13; 2:10.

Depois de ter acumulado muita riqueza, Salomão construiu mansões suntuosas, belos parques e lagoas e adquiriu muitos servos — ele conseguiu tudo que queria. O que ele descobriu? Ele percebeu que, apesar de ter conseguido certo grau de felicidade, ela não durava muito. Concluiu que “tudo era vaidade” e que “não havia nada de vantagem [ou de real valor]”. Ele chegou a odiar esse tipo de vida. (Eclesiastes 2:11, 17, 18) Salomão aprendeu que, no fim das contas, quem vive para agradar a si mesmo acaba se sentindo vazio e insatisfeito. *

Será que as pesquisas atuais estão de acordo com essas palavras sábias do passado? Um artigo publicado no Journal of Happiness Studies observou que, “quando as necessidades básicas de uma pessoa são atendidas, uma renda adicional tem pouca influência sobre seu bem-estar”. Pesquisas mostram que um estilo de vida cada vez mais consumista pode minar a felicidade, especialmente quando se abre mão de valores morais e espirituais.

PRINCÍPIO BÍBLICO: “Vossa maneira de viver esteja livre do amor ao dinheiro, ao passo que estais contentes com as coisas atuais.” — Hebreus 13:5.

2. EVITE A INVEJA

A inveja é definida como “desgosto e ódio provocados pelo sucesso ou pelas posses de outra pessoa” e “desejo intenso de possuir os bens de alguém ou de usufruir sua felicidade”. Assim como um tumor maligno, a inveja pode crescer a ponto de dominar a vida de uma pessoa e de acabar com a felicidade dela. O que leva alguém a ter inveja? Como você pode saber se tem essa característica? O que fazer para combatê-la?

A Enciclopédia de Psicologia Social (em inglês) observa que as pessoas costumam invejar as que têm uma situação parecida com a delas, como as que têm a mesma idade, experiência de vida ou cultura. Um vendedor, por exemplo, talvez não sinta inveja de um ator de cinema famoso, mas sim de outro vendedor mais bem-sucedido que ele.

Para ilustrar: alguns oficiais da corte da antiga Pérsia tinham inveja, não do rei, mas de outro oficial da corte, o sábio Daniel. Esses homens estavam tão infelizes  com a presença de Daniel que chegaram a tramar a morte dele. Mas essa trama falhou. (Daniel 6:1-24) A enciclopédia já mencionada diz: “É importante reconhecer a natureza hostil da inveja, pois isso explica por que a inveja está relacionada a tantos casos históricos de agressão.” *

A inveja pode envenenar a capacidade de uma pessoa de apreciar as boas coisas da vida

Como você pode saber se tem inveja? Pergunte-se: “Quando um dos meus colegas é bem-sucedido em alguma coisa, fico feliz ou frustrado? Se meu irmão, um colega de escola talentoso ou um colega de trabalho não se sai bem em algo, lamento ou comemoro?” Se você respondeu “fico frustrado” e “comemoro”, é bem provável que esteja alimentando a inveja. (Gênesis 26:12-14) De acordo com a Enciclopédia de Psicologia Social, “a inveja pode envenenar a capacidade de uma pessoa apreciar as boas coisas da vida e apagar o sentimento de gratidão por tudo de bom que acontece. . . . Atitudes assim dificilmente contribuem para a felicidade”.

Você pode combater a inveja por cultivar genuína humildade e modéstia. Isso vai ajudá-lo a apreciar e valorizar as habilidades e qualidades de outros. A Bíblia diz: ‘Não faça nada por briga ou por egotismo, mas, com humildade mental, considere os outros superiores.’ — Filipenses 2:3.

PRINCÍPIO BÍBLICO: “Não fiquemos egotistas, atiçando competição entre uns e outros, invejando-nos uns aos outros.”— Gálatas 5:26.




Fonte:JW.ORG


...continua passo 3 e 4 ;)


5 comentários:

  1. uau...espero os proximos...bjuu

    ResponderExcluir
  2. Pura verdade, cada dia aprendo que cada um colhe o que planta portanto não tem o porque invejar as conquistas alheias, beijos..bora plantar coisas boas para colher futuramente, vamos que vamos, bjs

    ResponderExcluir
  3. Quel amiga, super feliz com tua visita!!! tamos na luta amiga bjussssssss amei o post !!! bjussssssss

    ResponderExcluir
  4. Olá, passei pra dar uma olhadinha no seu blog, sempre bom ter amigas na luta com a gente. Criei um hoje, me visita quando puder :)
    http://diariodeemagrecimentosanessa.blogspot.com.br/

    Aguardo dicas, sempre! Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Oii, obrigada pela visitinha! :)
    Adorei o post, vou continuar acompanhando por aqui :D
    Força que chegamos lá \o/

    missaobiquini.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

=^^= Comentário =^^=